terça-feira, 8 de junho de 2010

Em Caruaru operador de sistemas passa mal e morre abandonado!


O operador Irineu passou mal  quando  trabalhava  na Elevatória Boa vista,  ele começou a sentir-se  mal por volta das 18:00h e tentou caminhar para pedir ajuda a algum morador das redondezas , mas não teve forças para isso, após caminhar 3km ele caiu no chão e conseguiu ligar para conhecidos que o socorreram as 22:00h.
Foi levado para a cidade de Sairé ,onde teve os primeiros atendimentos e no dia seguinte foi levado para Caruaru, onde faleceu.
1--Na estação do senhor Irineu não tem “radio”,“ banheiro”,água potável,ventilador, só para citar algumas das condições ao qual ele era submetido.
2--A estação é em local de difícil acesso, qualquer acidente o mesmo só pode contar com Deus(pelo menos com Deus).
3--Ninguém da compesa, sindicato,CIPA  ou qualquer órgão do governo que fiscalize estas condições de trabalho foi até o momento ao local, segundo os operadores da estação.
Esta é nossa realidade, este é um futuro não muito distante para aqueles que acham que as coisas caem do céu.
Para aqueles que em uma acomodação sem explicação ,só criticam o sindicato mas não tiram a bunda do sofá,e não se sindicalizam, devem vislumbrar o futuro que eles estão ajudando a construir com sua preguiça.
Este é o valor que vocês ajudam a consolidar como prêmio para toda a nossa classe de operadores.
Obrigado.

4 comentários:

Compesiano disse...

Não fica por ai não companheiro, eu vi ontem na Assembleia, um companheiro de vocês se não me engano era da Elevatoria ou Reservatório de Pilão.
Ele disse que quase morreu, pois foi tentar sair da unidade na chuva e foi arrastado pela agua.

E só obteve ajudar 30 minutos depois, quando transeuntes que passavam por lá, escutaram os pedidos de socorro e amarram uma corda e o resgaratam...

Pelo que vi ele falar, lá também ccontinua na mesma.

Compesiano disse...

ATENÇÃO GUERREIROS DO TURNO DE REVERSAMENTO
Hoje conversando com um companheiro aqui na Cabugá, o mesmo me comunicou que ao ir ao Sindurb, foi informado que vocês não querem a progressão dos antigos, o que acho e tenho certeza que é MENTIRA para dividir a categoria.
Peço que vocês distribuam panfletos nas gerencias alertando sobre essas mentiras, já me dispus a elaborar e podem alterar também.


DIARIO COMPESIANO
A verdade da Informação

ATENÇÃO

Alertamendo a todos amigos compesianos que em virtude de estarmos batendo de frente com a Compesa e o Sindurb, estão surgindo MENTIRAS E BOATOS a respeito dos companheiros do turno ININTERRUPTO de revezamento, citarei abaixo algumas MENTIRAS já divulgadas e ouvidas em algumas gerencias:

VAMOS AS MENTIRAS:
- Operadores estão querendo dividir a categoria. MENTIRA!!!
- Novatos não querem a progressão salarial dos mais antigos. MENTIRA!!!
- Só quem tem direito ao divisor de 180 é os operadores. MENTIRA!!!
- Compesa se recusa a dar mais, por que os operadores não querem. MENTIRA!!!
- Companheiros do turno de revezamento só estão procurando melhorias para eles. MENTIRA!!!
- Boatos de invasão e vandalismo nas unidades por partes de operadores. MENTIRA!!!

[AGORA VAMOS AS VERDADES:
- Turno de revesamento e Operadores querem igualdade nas cláusulas econômicas só com uma diferenciação no divisor de horas (180h). VERDADE!!!
- Operadores estão proibidos por C.I. de fazer melhorias nas unidades. (ventilador, bebedouro com água, TV, DVD e etc.) VERDADE!!!
- Perseguição por algumas chefias, sendo o mesmo abordado aos gritos e humilhaçoes. VERDADE!!!
- Operadores MORRENDO nas unidades. VERDADE!!!


Se tiver mais algo, pode acrescentar, pois meu tempo acabou tenho que trabalhar.

Ericka Campos disse...

Prezados, boa noite!

Tenho grande admiração por todos os movimentos que visem a melhoria das condições de trabalho daqueles que estão na ponta do sistema, na atividade fim da empresa, que é levar água de boa qualidade e tratar adequadamente o esgoto coletado nas residências do nosso consumidor final. Com o MUDE, não poderia ser diferente. Seja qualquer vertente ou filosofia seguida, desde que esta venha apenas a somar esforços, não criar trincheiras, trocar acusações, para mim, é mais do que salutar. Contudo, venho exercer o meu direito de resposta, e prestar alguns esclarecimentos aos Operadores da GMO Agreste Central, Gerência a que eu, humildemente, presto acessória na área de Segurança do Trabalho.
Para quem não conhece, a GMO Agreste Central é uma gerência grande e complexa. São 327 operadores, distribuídos em 72 unidades operacionais, divididas em quatro coordenações de produção. Desde a primeira unificação das gerências de operação, em meados de 2007/2008, salvo engano, em que a GMO Agreste era composta pelas unidades operacionais das Gerências de Caruaru, Garanhuns e Belo Jardim, a CIPA estava desativada. Após um longo processo de eleição, organizado por mim e pelo Sr. André Luiz da Silva, a época Supervisor de Operações do Agreste, conseguimos, finalmente, empossar a nossa CIPA em março deste ano. Desde então, criamos um cronograma de visitas; muitos colegas já receberam a visita dos cipeiros, que têm apontado várias oportunidades de melhorias durante estas inspeções.
Como falei anteriormente, a Gerência é grande e complexa. Muitas coisas são inviabilizadas devido às grandes distâncias que precisamos percorrer entre uma unidade e outra, fora os locais de difícil acesso, carros atolados, mas mesmo assim, esses 16 heróis têm feito o que podem e o que não podem para se aproximar dos demais colegas, e levar suas reivindicações a quem possa ajudar a resolver. Contudo, nos é humanamente impossível estar em 72 lugares ao mesmo tempo, com tantos problemas acontecendo. Eu, em cada visita que faço à regional, visito uma média de 50 unidades por semana. Mesmo assim, 50 não são 72, e até onde me lembre, não sou onipresente.
Diferentemente do que foi informado aqui neste blog, os cipeiros estiveram lá na EEAB Boa Vista, três dias antes de acontecer esta fatalidade ao meu colega Irineu, um senhor animado, forte, de bem com a vida, que me recebia com um abraço apertado e muita conversa boa. Nem aparentava ter os 58 anos que viveu. Infelizmente, uma visita da CIPA ou da segurança do trabalho não evitou este fato lamentável, e mais ainda! Acusações indiscriminadas também não. Convido qualquer colega a passar um dia – apenas um dia – em visita comigo às unidades operacionais da GMO Agreste. Ouso afirmar que ninguém – ninguém – além dos operadores conhece as carências da Gerência como eu e meus colegas da CIPA. Portanto, acusá-los de inoperância, é, no mínimo, incoerente.
Já tive a oportunidade de dizer, e torno a repetir: acho extremamente importante e salutar o debate, de modo que este venha a esclarecer quais as reais intenções das chapas que disputarão a eleições para a diretoria do Sindurb. A partir do momento em que passam a distribuir acusações a esmo, de um lado para o outro, o debate é empobrecido. Mais empobrecido fica, quando se utilizam fatos como este para desvirtuar o nosso foco, que é a Campanha Salarial.

Estou, como sempre, à disposição para prestar maiores esclarecimentos. Quem bem me conhece, e conhece meus colegas, sabe que a tônica do meu trabalho é, antes de tudo, a honestidade, sem falsa modéstia, pois, como sempre faço questão de afirmar, foi por amor, e não por oportunismo, que abracei a profissão.

Cordialmente,

Ericka Campos
Técnica em Segurança do Trabalho
GMO Agreste Central / GNR Agreste Central.

Anônimo disse...

Sérgio, não poe nada na internet das assinaturas, isso é coisa da oposição querendo aprontar, quem quiser que venha ver pessoalmente.
Cuidado com esse tipo de comentario ae.

DIÁRIO COMPESIANO

Minha foto

SOU SIMPLES, REALISTA, CURTO E DIRETO. DETESTO ENROLADAS, NÃO SUPORTO MENTIRAS. PREFIRO ME APROXIMAR DOS QUE SINCERAMENTE ME ODEIAM, DOS QUE SE DIZENDO MEUS AMIGOS, AGEM COM SAFADEZA.

ASSIM DIZ O SENHOR JESUS CRISTO:

Josué 1:9 Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.