segunda-feira, 18 de outubro de 2010

SINDIAGUA(CEARÁ).UM EXEMPLO À SER SEGUIDO...
Uma trajetória de luta 

Com 25 anos de existência, o 
Sindiagua resultou do
 processo de organização dos trabalhadores da 
Cagece na busca de uma alternativa para frear a intenção
 do governo do Estado de não enquadrá-los em lei 
prevendo reajuste para a categoria. À época, sentiram 
a necessidade de criar uma entidade que os representasse
 e defendesse seus interesses.
Assim nasceu, em 1983, a Associação dos Trabalhadores
 da Cagece de Fortaleza, que em assembléia geral ocorrida
 em setembro de 1984, na sede da Cagece, seria transformada
 em sindicato, seguindo, desde o princípio, uma trajetória de
 lutas e desafios.

Os passos seguintes da entidade classista foram defender 

a implantação de um Plano de Cargos e Salários na Cagece
 e a realização de concurso público, o que foi possível em 
1985, rompendo com a prática de ingresso na empresa 
através do clientelismo eleitoreiro reinante naquele período.
Em 1987, veio a primeira grande vitória da entidade: a 
implantação do "Plano de Cargos e Salários". Ainda no mesmo
 ano, liderados pelo Sindiagua, os trabalhadores da Cagece
 fizeram a primeira grande greve da categoria, obtendo 50%
 de reajuste em seus salários.
O ano de 1991 foi marcado pela campanha extraordinária
 que expôs para a população a vulnerabilidade no sistema
 de abastecimento de água na Região Metropolitana de 
Fortaleza. O alerta feito pelo Sindiagua viria a se confirmar
 em 1993, quando a escassez de água provocou verdadeira
 crise na RMF e, em 90 dias, foi construído o Canal de 
Trabalhador, obra oriunda da imprevidência do governo do Estado.

Em nível nacional, o 
Sindiagua foi pioneiro na luta contra a 
privatização da água e em 1995 promoveu em Fortaleza Seminário
 Internacional, objetivando fomentar a discussão dessa problemática.
 Em 1996, outra grande conquista: consegue barrar a privatização
 da Estação de Tratamento de Água (ETA), localizada no açude do 
Gavião.

A entidade foi, também, responsável pela realização de 

pesquisa com os moradores da RMF, em 1997, na qual 77% dos 
entrevistados se posicionaram contrários à privatização da água;
 12% foram a favor e 11% não souberam responder. No 
âmbito interno da Cagece, em 2000 e graças a uma atuação
 aguerrida do sindicato, conseguiu-se frear o Plano de 
Demissão Voluntária (PDV).

Nos dias atuais, a entidade vem desempenhando uma atuação

 que confirma toda a sua história de lutas em prol de conquistas
 para a categoria e da defesa dos direitos democráticos da 
sociedade civil. Em 2003, a entidade liderou uma greve de
 15 dias entre os trabalhadores da Cagece.

Também desde 2003, o Sindiagua vem se posicionando com

 firmeza contra o projeto de implantação da Parceria Público-Privada.
 Proposta pelo governo Lula, a PPP prevê o repasse de atividades
 essenciais para a iniciativa privada. Em nível estadual, outra batalha 
da entidade é desenvolvida no sentido de retirar o setor de saneamento 
da PPP.
Além disso, o Sindiagua apoiou e participou ativamente, em 2004. da
 Campanha da Fraternidade da Conferência Nacional dos Bispos
 do Brasil (CNBB), com o tema ÁGUA E FRATERNIDADE e o 
lema ÁGUA, FONTE DE DIGNIDADE.
Os riscos da privatização dos serviços de água e esgoto de
 Maracanaú foram denunciados pelo Sindiagua fortemente a partir 
de 2004, em suas publicações para a categoria. Já em 13 de dezembro
 do mesmo ano, a entidade publica nota paga na imprensa 
informando a população sobre o assunto e alertando, inclusive,
 para suas conseqüências: aumento no preço das tarifas e queda 
na qualidade dos serviços naquele município da RMF.
A entidade também tem atuado, com firmeza, na defesa dos 
trabalhadores do saneamento no Interior do Estado. Ainda em 2006,
 o Sindiagua deu entrada em denúncia na Procuradoria Regional 
do Trabalho - Sétima Região, localizada em Fortaleza, contra os 
prefeitos de 10 municípios cearenses, que não concediam, há mais
 de dois anos, reajuste aos servidores dos Saae’s. Com isso, 
foram iniciadas audiências do Ministério Público com os gestores
 municipais visando encontrar soluções para o problema.
Ao completar um quarto de século, neste ano de 2008 uma série
 de atividades marcou o aniversário do Sindiagua, na capital e no
 Interior. O ponto alto das comemorações foi a festa realizada no
 Clube da Caixa, no dia 14 de agosto. Diretoria e filiados 
relembraram, em clima de confraternização, a trajetória de lutas
 e conquistas ao longo desses 25 anos e uniram forças para os 
desafios do futuro.
Obs:Isto sim, é um sindicato de vergonha na cara!
Na matéria anterior localizada mais a baixo,você verá um 
link para o site do Sindiagua e do ACT 2009 deles.

Um comentário:

Aneth Representation disse...

Doce dia!
Grande homem obrigado pela ajuda e carinho...
Estou sim olhando bem para esse cara, porque sei que
esse cara vai ser bem conhecido, pelas suas jornada de conquistas e vitórias
Operários de Pernambuco, valorize sua prata da casa não percam a oportunidade de
mudar, o teu jeito de ver os teus defensores. A tua opinião faz toda diferencia.
Um abraço! Deus com você sempre!!!

DIÁRIO COMPESIANO

Minha foto

SOU SIMPLES, REALISTA, CURTO E DIRETO. DETESTO ENROLADAS, NÃO SUPORTO MENTIRAS. PREFIRO ME APROXIMAR DOS QUE SINCERAMENTE ME ODEIAM, DOS QUE SE DIZENDO MEUS AMIGOS, AGEM COM SAFADEZA.

ASSIM DIZ O SENHOR JESUS CRISTO:

Josué 1:9 Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.